Atleta do RN brilha e ganha o Campeonato Brasileiro

Foto: Divulgação

O que era esperado se confirmou. Aos 11 anos, Sílvio Romero Júnior, ratificou as previsões e se sagrou Campeão Brasileiro Kids 2022 da Confederação Brasileira de Jiu Jitsu (CBJJ). O feito foi alcançado neste domingo (15), na cidade paulista de Barueri. A competição é considerada uma das 3 mais importante do mundo na modalidade.

“Participei do meu primeiro Brasileiro e graças a Deus consegui o primeiro lugar, venho treinando muito e essa sensação de dever cumprido é muito boa. Agora vou treinar mais ainda para alcançar outros sonhos no jiu-jítsu.”, comemora Silvinho.

No meio do jiu jitsu, esse campeonato brasileiro Kids da CBJJ é apontado pelos especialistas como uma das competições mais difíceis, senão a mais difícil do mundo. Como Brasil é um dos maiores celeiros de atletas de altíssimo nível, o grau de dificuldade do Brasileiro se compara ao dos dois atuais campeonatos mundiais da modalidade. Isso explica a importância e a projeção desse título para Silvinho e para o Rio Grande do Norte.

“Nós chegamos confiantes, mas com os pés no chão. Como pai, eu sentia que vinha coisa boa, mas guardei esse sentimento pra mim e deixei meu filho pensar apenas em dar seu melhor. Quando o vi no lugar mais alto do pódio, passou um filme na minha cabeça e a sensação foi indescritível. Estou gratificado por ele e por mostrar pra o Rio Grande do Norte que a categoria Kids também pode participar de grandes competições e ganhá-las. Essa sensação de abrir portas não tem preço.”, enaltece Sílvio Romero, pai do lutador.

“Muito gratificante ver a alegria e superação de uma criança, principalmente quando se trata do nosso filho. Quem acompanha a trajetória de Silvinho sabe o quanto ele vem se dedicando e crescendo, ele merece essa e outras conquistas que ainda virão. Gostaríamos que não apenas ele, mas que todos da categoria Kids tivessem reconhecimento e apoio.”, completa a mãe, Ingrid Machado.

No Campeonato Brasileiro, em São Paulo, após passar pela fase classificatória, Silvinho chegou às semifinais e venceu Aluísio Marques, da equipe Graice Barra, de João Pessoa/PB. Nas finais, lutou contra Dhamyam Miguel Pontes da Silva, da Graice Barra, de Curitiba/PR, Ganhando por finalização com 1 minuto e 30 segundos de combate. Foi a consagração.

TRIBUNA DO NORTE

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

um × cinco =