Vôlei masculino: Brasil leva susto, mas vira e bate Argentina em 5 sets

FOTO DESTAQUE: FRANK AUGSTEIN

Após começar perdendo por 2 sets a 0 em confronto contra a Argentina, nesta segunda-feira (26), nas Olimpíadas de 2020, a seleção masculina de vôlei do Brasil conseguiu reagir, empatar o jogo, forçar a realização de um 5.º e decisivo set. 

No final, a seleção brasileira fechou o jogo em 3 a 2 (19-15, 21-25, 25-16, 25-21 e 16-14). Do lado brasileiro, o destaque foi Leal, que marcou 18 pontos. Wallace e Lucarelli também foram decisivos, terminando a partida com 14 pontos cada. 

Do lado argentino, o maior pontuador foi o oposto Bruno Lima, com 26 pontos, seguido por Palácios, com 19. 

No começo, domínio argentino 

O Brasil começou levando um susto da Argentina, que saiu na frente, controlou e venceu os dois primeiros sets. 

Bruno Lima, Palacios e Loser jogaram fácil e aproveitaram que o bloqueio brasileiro não funcionava. Além disso, a recepção brasileira sofreu demais com o saque argentino.  

Só no terceiro set, quando conseguiu marcar o primeiro ponto, os comandados de Renan Dal Zotto conseguiram se impor e a vitória veio quando o Brasil conseguiu sacar e passar melhor. Ajudou também o fato do trio Leal, Wallace e Lucarelli se encontrar na partida. 

No quarto set, no entanto, o conjunto brasileiro voltou a jogar mal, com dificuldade no passe – que dificultava a distribuição de Bruninho. Resultado: os argentinos chegaram a abrir 6 pontos, liderar por 17×11 e dar sinais de que fechariam a partida. 

Recuperação incrível 

Renan não titubeou, tirou Bruninho e colocou Alan no lugar de Wallace. As mudanças do treinador brasileiro tiveram efeito. Uma sequência de saques de Leal fez o adversário sentir e abaixar a guarda, permitindo o empate e a virada do Brasil, que fechou a parcial com um ace de Lucarelli. 

O tie-break foi disputado ponto a ponto, com Bruno Lima e Leal duelando até o fim. Os brasileiros, porém, estavam mais confiantes e exploraram a indefinição dos ‘hermanos’ – atônitos com a recuperação do adversário. 

Na bola final, Conte falhou. Tirou o braço para tentar explorar o bloqueio brasileiro e acabou mandando a bola para fora. 

Próximos jogos 

Brasil e Argentina estão no chamado “grupo da morte” dos Jogos, ao lado de França, Estados Unidos, Rússia e Tunísia. Os quatro melhores de cada chave avançam para as quartas de final.  

O próximo compromisso da Argentina será na quarta-feira (28), às 2h20 (horário de Brasília), diante da França. Já o Brasil volta às quadras, também na quarta, às 9h45, em duelo contra o Comitê Olímpico da Rússia. 

FONTE: CNN BRASIL

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

14 − sete =