Mayra Aguiar conquista o bronze para o Brasil no judô das Olimpíadas

FOTO DESTAQUE: JÚLIO CÉSAR GUIMARÃES/COB

Mayra Aguiar conquistou mais uma medalha para sua carreira. Hoje (29), na lendária arena Nippon Budokan, ela derrotou a sul-coreana Hyunji Yoon com uma imobilização, na categoria até 78kg, e subiu ao pódio das Olimpíadas de Tóquio para receber o bronze e se tornar a única brasileira dos esportes individuais a ganhar três medalhas olímpicas.  

A judoca se classificou para a repescagem do judô até 78 kg nas Olimpíadas de Tóquio-2020 após ser derrotada pela alemã Anna-Maria Wagner, atual campeã do mundo, nas quartas de final. Assim, ela deu adeus ao sonho de conquistar seu primeiro ouro. Anteriormente, nas oitavas, a brasileira havia vencido por ippon a israelense Inbar Lanir. 

Apesar disso, a gaúcha de 29 anos se concentrou para voltar com tudo na repescagem, onde enfrentou a russa Aleksandra Babintseva. Ela venceu no tempo regulamentar após sua adversária receber três punições (shido) da arbitragem e ser eliminada. 

Na disputa do bronze, a brasileira e a sul-coreana foram punidas com um shido com menos de um minuto por falta de combatividade. Em seguida, Mayra foi para o ataque e aplicou uma imobilização em sua adversária, segurando-a por 20 segundos e configurando um ippon. 

Mayra foi a primeira atleta brasileira a conquistar três medalhas olímpicas em disputas individuais; ela conseguiu o bronze nas edições de Londres, em 2012, e Rio de Janeiro, em 2016. Agora, ela faz história novamente com sua terceira premiação em Olimpíadas. 

FONTE: UOL  

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

cinco − 1 =