Justiça dobra multa diária para Sinte/RN diante dê continuidade da greve dos professores em Natal

Foto: Magnus Nascimento

A Justiça estadual reconheceu o descumprimento da decisão judicial determinando que os professores da rede municipal encerrassem a greve, iniciada no último dia 10 de dezembro. O desembargador do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN), Ibanez Monteiro, determinou que a multa diária em caso de continuidade da paralisação fosse dobrada para R$ 20 mil. 

O magistrado, no entanto, indefiriu o pedido para que o valor devido fosse bloqueado nas contas do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Rio Grande do Norte (Sinte/RN) sob justificativa que houve majoração (aumento) do valor diário em caso do descumprimento. 


Nesta segunda-feira os professores da rede municipal fizeram um protesto na frente da sede da Prefeitura do Natal. Os servidores reivindicam atualização do piso em 12,84%, relativo ao ano de 2020. A prefeitura do Natal propôs reajustes de 6,42%, inicialmente, e de 7%, que não tiveram acordo com a categoria. De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Rio Grande do Norte (Sinte-RN), a proposta feita pela gestão municipal foi insuficiente pois ainda não aponta para os 12,84% pleiteados pela categoria. 

FONTE: TRIBUNA DO NORTE

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

5 − três =