Indústria cloroquímica avalia instalação de fábrica no RN

Foto: reprodução

O secretário Jaime Calado e equipe técnica da Secretaria de Desenvolvimento Econômico do RN (Sedec) receberam na manhã desta quinta-feira (2) uma visita de Maurício Russomanno, presidente e CEO da Unipar. A empresa do ramo cloroquímico possui duas fábricas no Brasil, no estado de São Paulo,  e uma na Argentina, e estuda instalar uma nova unidade no Rio Grande do Norte para expandir atividades e atender ao mercado do Nordeste.

Russomanno explicou que esteve ontem (1) visitando Guamaré para avaliar a possibilidade de instalação de uma unidade fabril no município do litoral norte potiguar. Entre os produtos da empresa, destacam-se a soda cáustica e o cloro, resultantes de um processo químico que utiliza água, sal e energia elétrica, todos insumos abundantes nos terrenos visitados.

“Estamos olhando lugares no Nordeste onde estão disponíveis esses insumos, essas matérias-primas, onde tenha uma boa logística para escoar a produção e que tenha também o suporte do governo para facilitar esse processo de instalação de uma nova unidade”, explicou o CEO.

Além disso, a Unipar estuda a possibilidade de implantação de uma fábrica de PVC, a exemplo das duas unidades que já possui no Brasil e Argentina. O projeto, no entanto, dependeria de uma grande quantidade de gás natural, que, combinado ao cloro, produz o material largamente utilizado no mercado de construção civil. Os técnicos da empresa já estão em contato com a Potigás para verificar também essa possibilidade.

O secretário Jaime Calado exaltou os programas de incentivo que favorecem a instalação da fábrica no RN, especificamente o Proedi e RN Gás Mais. “O incentivo para a indústria cloroquímica é o maior previsto na lei do Proedi, porque é estratégico para o estado. Temos atualmente a melhor política de incentivos do país”, esclareceu o secretário.

Empresa brasileira com 50 anos de história, a Unipar é a maior produtora de cloro e soda cáustica da América Latina, produzindo 600 mil e 550 mil toneladas de cada produto, respectivamente, e emprega 1.400 colaboradores altamente qualificados. Além disso, desenvolve projetos sócio-ambientais, contribuindo para o desenvolvimento das comunidades e sustentabilidade no entorno de suas fábricas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

cinco + 14 =