Ibovespa cai com ruído político no Brasil e alta de juros nos EUA

FOTO DESTAQUE: DIVULGAÇÃO/ SEMTRAN RJ

O Índice Bovespa opera em queda moderada nesta primeira hora de negociação, refletindo a cautela do investidor com as indefinições do cenário doméstico e o ambiente um pouco mais adverso no exterior, após uma semana essencialmente positiva. Há pouco, os juros dos Treasuries ampliaram ganhos, em uma reação após o resultado da inflação no atacado medida pelo índice de preços ao produto (PPI) dos Estados Unidos. 

A inflação mais acelerada nos EUA amplia o desconforto dos mercados com a possibilidade de retirada de estímulos por parte dos bancos centrais pelo mundo. Dados de inflação ao produtor na China também ficaram acima do esperado e pesaram negativamente nos mercados locais. 

No Brasil, o destaque da manhã foi o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de março, que apontou alta de 0,93%, ligeiramente abaixo do piso (0,94%) das estimativas apuradas pelo Projeções Broadcast. 

E se o ambiente internacional inspira cautela, a situação não é diferente no front interno. O investidor continua à espera da definição do presidente Jair Bolsonaro sobre o Orçamento de 2021. O impasse gira em torno da aprovação da matéria aprovada no Congresso, considerada inexequível pela equipe econômica, mas que os parlamentares afirmam ter sido aprovada em consenso com o governo. 

Além disso, pesa a questão da abertura CPI da Covid-19, determinada pelo ministro do STF Luís Roberto Barroso, para que se apure possível omissão do governo no enfrentamento da pandemia. 

Há pouco, Bolsonaro afirmou que a ideia da CPI tem por objetivo promover o desgaste do seu governo e que a medida é uma “jogadinha casada” entre Barroso e a bancada de esquerda do Senado. 

Às 10h45, o Ibovespa tinha 117.827,42 pontos, em baixa de 0,41%. O dia é de queda das ações de commodities energéticas e metálicas, mas os papéis do setor financeiro têm desempenho positivo, em sua maioria. 

Em Wall Street, o índice Dow Jones tinha alta de 0,33%, enquanto do S&P500 operava estável e o Nasdaq perdia 0,38%. No mercado de títulos do Tesouro americano, a taxa da T-Note de dez anos subia para 1,672% e a de trinta anos avançava para 2,337%, ambas já distantes das máximas do dia. 

FONTE: AGÊNCIA ESTADO/CORREIO BRAZILIENSE  

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui