Fim da história: CBV indefere inscrição e exclui o Vôlei Funvic Natal da Superliga 2022/2023

Foto: Alex Régis/Secom

Nesta terça-feira (2), a saga do Vôlei Funvic Natal chegou ao fim. A equipe teve o pedido de inscrição na Superliga 2022/2023 indeferido pela Confederação Brasileira de Vôlei, por descumprir regras do Fair Play Financeiro, e está excluída da competição nacional. Em informações objetivas, a exclusão se dá por atraso no pagamento de salários de parte da equipe.

A Comissão Independente de Advogados da CBV composta por profissionais indicados pelo Comitê Brasileiro de Clubes (CBC), a Comissão de Atletas de Quadra da CBV e a Confederação Brasileira de Voleibol, concluiu ontem a análise de regularidade financeira e documentos dos 24 clubes (12 masculinos e 12 femininos) classificados para a próxima temporada do vôlei nacional.

Por unanimidade, a Comissão entendeu que 23 dos 24 clubes atenderam os requisitos de regularidade financeira, sendo o Vôlei Funvic Natal o único a não cumprir as normas regulamentares.

Segundo a CBV, o fair play financeiro, implementado na temporada 2016/2017 em conjunto com os clubes, é passo fundamental para a confirmação da Superliga como referência não só nas áreas de esporte, mídia e entretenimento, mas também de governança e boa administração.

“Portanto, a CBV chancela o entendimento da Comissão Independente de Advogados e confirma o indeferimento de inscrição da equipe do Vôlei Funvic Natal (RN) para a Superliga 1XBET 2022/2023, por descumprir os requisitos de regularidade financeira”. diz a CBV por meio de nota oficial divulgada ontem.

Para preencher o lugar do Vôlei Funvic na elite do vôlei nacional, a CBV seguirá a ordem de convites prevista no regulamento da competição, começando pelo terceiro colocado da Superliga B 2021/2022. Deste modo, a equipe cearense do Rede Cuca deve ser convidada para formar o grupo de 12 equipes da Superliga Masculina.

 Dois Toques

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

um × um =