Bode foge enquanto era leiloado e causa correria em festa no interior do RN

Foto: Cedida

Caso aconteceu na cidade de Governador Dix-Sept Rosado durante a festa do padroeiro São Sebastião. Bode foi capturado a quase 1 km de distância e, em seguida, arrematado por R$ 300.

Um bode fugiu enquanto era leiloado durante uma festa religiosa na cidade de Governador Dix-Sept Rosado, município com cerca de 13 mil habitantes, na Região Oeste do Rio Grande do Norte. A situação inusitada provocou correria e o bode só foi capturado a quase 1 km de distância.

Um morador da cidade que filmava o leilão com uma câmera de celular conseguiu registrar o momento da fuga do animal, que aproveitou a oportunidade enquanto a população dava os lances para arrematá-lo (veja o vídeo).

O fato curioso aconteceu no sábado passado (15) e viralizou nos últimos dias nas redes sociais. O padroeiro da cidade, São Sebastião, é festejado todos os anos durante um evento que dura nove dias.

O ponto alto da festa é o leilão, onde são arrematados objetos, comida e até animais doados à igreja pelos fiéis. O leilão aconteceu no meio da rua, por trás da igreja da cidade.

A fuga

O professor Johnatan Halliyson estava acompanhando o evento e filmando com o celular. Ele registrou o momento em que o bode fugiu das mãos de um homem que auxiliava no leilão.

“Estava no momento dos lances. Todo mundo gritando: ‘R$ 100’, ‘R$ 200’. Quando a gente viu, o bode se soltou e saiu correndo”, contou o professor.

O leilão era híbrido e os lances foram dados presencialmente e também pela internet.

O leiloeiro, Edvan Junior contou há muitos anos é responsável por ‘gritar’ o leilão e que nunca tinha acontecido fato parecido.

“Eu busco prosar muito com o pessoal que está dando os lances. Mas aquilo não foi nada intencional. O meu ‘compadre’ estava segurando a corda do bode, com ele bem mansinho, e então ele afrouxou a corda”, contou ele, explicando que o bode se assustou com um grito.

“Quando ele afrouxou, uma pessoa deu um lance alto, uns R$ 250. Aí eu gritei. Quando eu gritei no microfone, o bode se assustou. Ele deu um pinote e correu”.

A perseguição

Pessoas que acompanhavam o leilão correram atrás do animal a pé e até em um uma moto, enquanto Edvan gritava ao microfone: “pega o bode menino, pega o bode”.

O homem que o arrematou o bode através de um lance virtual por R$ 280, o doou para ser leiloado novamente. Na segunda rodada, ele ficou amarrado e acabou sendo arrematado por R$ 300 por um idoso que presenteou um neto com o animal.

De acordo com Edvan, o animal foi bem pago, já que um bode como esse, custa em média, R$ 150.

FONTE: G1/RN

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dezessete + oito =