Após parto dentro de carro de transporte por aplicativo, motorista é convidado para ser padrinho de bebê: ‘Emoção de pai’

Foto: Kleber Teixeira/Inter TV Cabugi

Caso aconteceu na segunda-feira (6) na Zona Norte de Natal. Anthony nasceu saudável

O barbeiro e motorista de aplicativo Mário Máximo se emocionou ao testemunhar um parto dentro do carro que utiliza diariamente para transportar passageiros em Natal. O momento especial criou um vínculo com a família. Ele foi convidado para ser padrinho do pequeno Anthony.

“Foi uma emoção de pai. Muito bonito. Eu estava mais nervoso que eles, tanto que algumas pessoas acharam que eu fosse o pai”, afirmou o motorista.

O caso aconteceu nesta segunda-feira (6) na Zona Norte da capital potiguar. Mário disse que tudo aconteceu muito rápido e que lembrou imediatamente de uma situação semelhante com sua esposa, que quase teve um parto dentro do carro, mas conseguiu chegar a tempo na maternidade.

Questionado sobre como tentou tranquilizar os pais, Mário ficou mais nervoso que eles e, após parar em frente à maternidade ficou andando de um lado para o outro, tentando se acalmar.

A experiência criou um vínculo com os passageiros, que viraram amigos o convidaram para ser padrinho da criança. “Aceitei. Vamos ver daqui pra frente a continuação da história”, comemora.

O parto

A dona de casa Jéssica Mara já estava no nono mês de gravidez e o parto era previsto para o dia 15 de dezembro. Mas Anthony resolveu nascer antes.

O pai, Silas Alberto, trabalha como auxiliar de serviços gerais em um hotel em Ponta Negra e estava voltando do trabalho em uma corrida com Mário, quando a mulher pediu para apressar, porque já estava sentindo as dores do parto.

Mal deu tempo chegar à maternidade Leide Morais, na Zona Norte. O menino nasceu no banco de trás do carro.

“Eu não estava esperando que ele fosse nascer hoje, porque não estava sentindo nada, e foi tudo muito rápido, na correria, mal deu tempo chegar na porta da maternidade e ele já nasceu dentro do Uber”, contou a dona de casa Jéssica Mara.

Ao chegar na maternidade, a mãe não conseguiu sequer se levantar do veículo para sentar em uma cadeira de rodas ou maca. Por isso, o médico foi chamado às pressas e fez o parto dentro do carro, na entrada da unidade de saúde.

Passado o sufoco, agora Anthony Luiz está saudável, nasceu pesando 3,2 kg e medindo 49 centímetros. O casal tem outros dois filhos, uma menina de 8 anos e outro menino de 4.

FONTE: G1/RN

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

3 × um =