Secretário executivo do Consórcio NE entra e sai mudo da CPI da Covid do RN; Sessão foi encerrada após 20 minutos

Foto: Reprodução

Como estava previsto, o secretário executivo do Consórcio Nordeste, Carlos Gabas, afirmou, durante o início depoimento na CPI da Covid do RN nesta quarta-feira (6), que não responderá nenhuma pergunta. Em seguida, ele foi autorizado pelo presidente da CPI, deputado estadual Kelps Lima, a se retirar para não ‘sofrer constrangimento’. O que o depoente aceitou.

O desembargador João Rebouças concedeu decisão liminar favorável ao pedido de Habeas Corpus Preventivo requerido por Carlos Eduardo Gabas, para assegurar a este o direito constitucional ao silêncio, incluído o privilégio contra a autoincriminação.

A CPI apura possíveis irregularidades nos processos de aquisições de respiradores pelo Consórcio Nordeste durante a pandemia da Covid 19. O RN, inclusive, teria perdido cerca de R$ 5 milhões nesse processo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

18 − quatro =