Promotor arquiva denúncia por falta de médicos e desmoraliza denuncismo sem provas do Vice-Prefeito de Macau

Foto: Portal EAM

O Promotor de Justiça da Comarca de Macau, Dr. Mac Lennon Lira dos Santos Leite, determinou o arquivamento de uma denúncia feita pelo Vice-Prefeito, Rodrigo Aladim, que acusava como corriqueira a falta de médicos plantonistas no Hospital Antônio Ferraz.

Na denúncia (Notícia de Fato n. 113.2020.000554), Rodrigo Aladim afirmou que a ausência de médicos plantonistas é uma situação corriqueira e pedia a abertura de investigação e responsabilização do Prefeito pela suposta prática irregular.

De posse da denúncia, a Promotoria constatou que o serviço de médico plantonista tinha sido interrompido por apenas cerca de 3 horas no dia 02 de junho, devido a problema ocasionado na troca de escala de médicos. E que, naquele mesmo dia, o problema havia sido solucionado com a escala de dois médicos para o plantão diurno e mais dois para o noturno.

Ao analisar a denúncia, o Promotor frisou que o problema pontual ocorrido no último dia 02 foi solucionado “ No que diz respeito à ausência de médico, observa-se que o problema foi solucionado, tendo em conta que já há duas médicas exercendo os serviços necessários no Hospital Antônio Ferraz”

Quanto à denúncia feita pelo  Vice-Prefeito de que a falta de médicos é situação corriqueira no Hospital de Macau, o Promotor de Justiça afirmou que não ficou comprovado a situação alegada por Rodrigo Aladim.  “No tocante às informações relatadas pelo noticiante de que a situação de falta de médico é corriqueira, não foi apresentado documento demonstrando tal situação, nem há nesta Promotoria de Justiça informações recentes que denotem a situação informada, faltando assim justa causa para a abertura de investigação nesta Promotoria”

Enquanto o Vice-Prefeito tenta sem sucesso convencer o Ministério Público com suas denúncias sem provas contra o Prefeito, Rodrigo Aladim responde a processos na Justiça por corrupção.

Ele é Réu em processo por improbidade administrativa e denunciado recentemente pelo próprio Ministério Público, o Vice-Prefeito responde também um processo na Promotoria por liderar um esquema fraudulento de concessão de aposentadorias irregulares quando era Diretor da MacauPrev.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui