Prefeitura de Pau dos Ferros e Sesap investigam mortes de crianças com sintomas respiratórios

Foto: Reprodução

A população do Alto Oeste potiguar está assustada com recentes casos de mortes de crianças em decorrência de problemas respiratórios na cidade de Pau dos Ferros. Os casos ocorreram na quarta-feira (19) e na manhã desta sexta-feira (21), com crianças de até 2 anos de idade. Ainda não há a detalhes sobre as circunstâncias das mortes e os diagnósticos estão sendo analisados. Não há confirmação se as crianças estavam com covid.

Até o momento, só há a confirmação de que as duas crianças estavam internadas no hospital regional Cleodon Carlos de Andrade com sintomas respiratórios e, no caso da que faleceu nesta sexta, havia quadro de pneumonia. O hospital recebe pacientes com covid-19, mas os testes realizados nas crianças ainda não foram concluídos.

Nas redes sociais, após as mortes, várias pessoas divulgaram informações não-oficiais de que há outras crianças em cidades vizinhas com sintomas respiratórios graves, incluindo as cidades de São Miguel e Luis Gomes.

Por nota, a Secretaria Municipal de Saúde de Pau dos Ferros informou que as duas crianças que faleceram no Hospital Regional Cleodon Carlos de Andrade não passaram pelo serviço de saúde da rede municipal, por isso a Secretaria não dispõe de alguns dados. Porém, ainda de acordo com a Secretaria de Saúde, “devido à situação preocupante, a equipe da Secretaria está reunida desde cedo para decidir algumas estratégias”.

Entre as medidas que estão sendo articuladas, de acordo com a Prefeitura, está a instalação de um ambulatório para atender apenas crianças com sintomas gripais, “uma vez que muitos pais acabam nem passando pela rede com as crianças com receio de contágio”. “A medida deve auxiliar na assistência específica e fornecer dados concretos para a avaliação do cenário no município”. Ainda na nota, a Secretaria pediu celeridade à Sesap na investigação e lamentou as mortes.

Nenhuma das duas crianças estava no grupo que poderia tomar a vacina contra a covid-19.

*Tribuna do Norte

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

onze − 5 =