Polícia Civil deflagra operação integrada e prende cinco suspeitos por tráfico de drogas em Natal

FOTO DESTAQUE: PC RN SECOMS

A Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR) deflagrou, nesta terça-feira (21), operação integrada à: Delegacia Especializada de Narcóticos (DENARC), Polícia Rodoviária Federal (PRF/RN) e ao Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN – com atuação da Promotoria de Canguaretama), que resultou nas prisões de cinco suspeitos, pela possível prática dos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e posse ilegal de arma de fogo.  

Na ocasião, foram cumpridos três mandados de prisão e sete mandados de busca e apreensão, que resultaram nas apreensões de duas armas de fogo. As diligências aconteceram nos municípios de: Natal, Macaíba e Tibau do Sul (praia de Pipa). Ao longo da operação, foram cumpridos os mandados de prisão em desfavor de Elixeli Martins de Melo, mais conhecido como “Elixeli”, Cláudio Pereira de Souza, mais conhecido como “Kall de Pipa”, e Thiago Felipe Rodrigues Pereira, mais conhecido como “Thiago Cabeção”. 

No cumprimento das buscas, foram apreendidos três veículos, diversas porções de maconha, elevada quantia em dinheiro, balança de precisão e duas armas de fogo. Durante o cumprimento dos mandados, Sebastião Gurgel Pinto Neto, 40 anos, e Maxwell do Nascimento Araújo, 24 anos, foram autuados em flagrante delito por posse ilegal de arma de fogo de uso permitido. 

Investigação 

O grupo já estava sendo investigado pela DEICOR e DENARC; os suspeitos eram apontados por atuarem na prática de roubos de repercussão e, atualmente, passaram a traficar drogas. Elixeli Martins já havia sido preso pela DEICOR por roubos a bancos, enquanto que “Thiago Cabeção” foi condenado por um crime de grande repercussão no RN, praticado no 2009, que vitimou a estudante Maria Luíza, adolescente de 15 anos.  

Apreensões anteriores 

Já no dia 25 de julho deste ano, após um trabalho integrado entre a DEICOR e a PRF, realizado na cidade de Canguaretama/RN, foram apreendidos 106 kg de maconha, dentro de um veículo. Segundo as investigações, essa droga pertencia ao Elixeli Martins e ao “Thiago Cabeção”. 

Atuação integrada 

O promotor de Justiça em Canguaretama, que acompanhou o cumprimento de um dos mandados nesta terça-feira (21), presenciou o momento em que um dos presos quebrou o celular, ocasião em que o promotor deu voz de prisão por fraude processual, ante o flagrante delito constatado. Esse foi mais um serviço integrado entre as forças de segurança no RN, proporcionando resultados satisfatórios no combate ao crime organizado e em prol da sociedade potiguar. 

A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações, de forma anônima, por meio do Disque Denúncia 181, ou por meio do Disque DEICOR, no número: (84) 3232-2862, além do aplicativo WhatsApp: (84) 98135-6796. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

seis − dois =