Na hora do adeus: Whindersson chega a Natal para turnê ‘Isso não é um culto’

Foto: Divulgação

O humorista, youtuber e ator piauiense Whindersson Nunes está anunciando sua despedida dos palcos com a turnê “Isso não é um culto”, que será apresentado em Natal neste sábado (16), a partir das 20h, na Arena das Dunas. Se a despedida é definitiva, nem ele confirma, mas pode ser a última oportunidade dos fãs verem o comediante em ação ao vivo durante muito tempo. A capital potiguar será a quarta do Nordeste a receber a apresentação. O nome do show é uma homenagem aos fãs que encontram forças para superar dificuldades nas apresentações do artista.

Em “Isso não é um culto”, o comediante convida o público para fazer uma reflexão bem humorada sobre as mudanças que vêm acontecendo no mundo, além de contar histórias divertidas, cantar suas famosas paródias musicais e, de quebra, abordar o universo religioso com sua visão bastante particular. Sempre inserido e usando exemplos da sua vivência, Whindersson conta de forma bem humorada as coisas que passou e ainda passa na vida.

Aos 27 anos, um show de despedida pode parecer estranho para quem tem “tanta vida pela frente” e tantos projetos, além de ser dono de uma carreira extremamente bem sucedida com milhares de fãs em volta. Por isso, Whindersson deixa dúvidas no ar e garante que tudo pode mudar. “Ainda não sei o que vou fazer. ‘Isso não é um culto’ é um show de despedida, mas não é para sempre. Eu amo fazer o que faço e estar perto dos meus fãs”, contou.

Foi em dezembro do ano passado, no Twitter, que Whindersson comunicou a todos a vontade de sair dos palcos por tempo indeterminado. “Houve uma reunião para decidir sobre o futuro da minha vida e carreira depois de perceber que dessa vida não se leva nada, nem fama, nem glória, muito menos tudo que eu comprar com o que eu ganhar com isso. Eu percebo a quantidade de pessoas que vai ali atrás de um rumo e não só atrás de um sorriso, e eu queria fazer mais por essas pessoas, mais do que risada em troca de dinheiro”, escreveu. 

O humorista já declarou que a “despedida” é mais estratégica do que definitiva. A fama adquirida em dez anos de carreira cobrou seu preço ao popular artista. Whindersson lançou no ano passado o livro “Vivendo como um guerreiro”, no qual falou sobre depressão, abuso de drogas, e a separação da cantora Luísa Sonza, com quem teve uma conturbada relação. Em 2021 o artista também perdeu um filho nascido prematuro. 

Se a vida pessoal de Whindersson Nunes tem momentos muito difíceis, na vida profissional só há alegrias. O humorista tem nada menos que 58.2 milhões de seguidores no Instagram – e contando. Ele é quinto brasileiro mais seguido na plataforma, ficando atrás apenas de Neymar, Ronaldinho Gaúcho, Anitta e Marcelo Vieira Jr. No YouTube, Whindersson  acumula mais de 43 milhões de inscritos.

Whinderson nasceu como um típico fenômeno de internet, como muitos artistas de sua geração. Fazia graça no Youtube desde 2010, mas estourou dois anos depois com “Alô vó, tô reprovado”, paródia do sucesso musical “Vó tô estourado” do cantor sertanejo Israel Novaes,  alcançando a marca de cinco milhões de visualizações em uma semana. Na época, a paródia se transformou em um viral. 

O canal do comediante acumula seguidores que se divertem com suas paródias, vlogs, músicas e críticas de filmes. O vídeo mais assistido do canal é a canção “Qual é a senha do wifi?”,  paródia de “Hello”, de Adelle, que ultrapassou 70 milhões de visualizações na época. A fama do rapaz foi além da internet e do teatro, chegando também ao cinema, onde atuou nos filmes “Os penetras” e “Internet – O filme”. Na TV, estrelou o  humorístico “Os Roni”. Seus shows de stand-up já foram até Portugal e França. 

Serviço:

O que: Whindersson Nunes na turnê “Isso não é um culto”

Quando: Sábado, às 20h

Onde: Arena das Dunas

Vendas na Oticali (Midway) e online na Ingresso Digital

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

4 × um =