Governo Federal investe na construção da Cidade da Moda para apoiar produtores têxteis do Seridó, no Rio Grande do Norte

Foto: Erasmo Salomão/MDR

O Governo Federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), vai investir R$ 19 milhões para a construção e a implantação da Cidade da Moda, localizada em Acari, no Rio Grande do Norte. O ministro Rogério Marinho assinou a ordem de serviço para o início das obras. O empreendimento, que integra a Estratégia Rotas de Integração Nacional, tem como objetivo fortalecer os arranjos produtivos têxteis na região do Seridó, que se destaca pelas confecções de roupas, tecelagens e vendas de produtos do setor.

Os recursos investidos pelo Governo Federal serão usados na construção de dez galpões industriais, um centro de convenções, uma praça de convivência, lojas e salas de capacitação. A previsão é que possam ser gerados 4 mil empregos diretos e indiretos em Acari e municípios próximos.

“A Cidade da Moda é um referencial e um marco. É um momento em que nós não apenas vamos construir galpões, mas também transformar sonhos em realidade. Este empreendimento vai permitir que a riqueza e as oportunidades circulem na região do Seridó”, destacou o ministro Rogério Marinho.

Até agora, já foram repassados R$ 3,15 milhões para a construção da Cidade da Moda. O restante dos valores será transferido quando as obras físicas alcançarem 90% de execução. A estrutura será uma das unidades produtivas inseridas no âmbito do Polo da Moda do Seridó, que integra a Rota da Moda. O Polo foi oficialmente reconhecido pelo MDR em fevereiro deste ano.

João Batista de Medeiros é empreendedor têxtil em Acari e tem uma confecção que gera 110 empregos na cidade. Para ele, a Cidade da Moda vai possibilitar a transformação do Seridó de fornecedor de mão de obra em um polo de referência no setor.

“Hoje, vendemos o trabalho, a mão de obra para as grandes âncoras. Com este projeto, vamos passar a produzir marcas próprias e a desenvolver uma cadeia de vendas aqui na região do Seridó. É o investimento de um impacto muito grande e que vai trazer grandes benefícios para a nossa região”, comemorou.

Já a costureira Simária Maria acredita que a Cidade da Moda vai ser uma ferramenta de transformação da realidade em Acari. “É uma oportunidade para a cidade inteira. A nossa cidade era parada, não tinha empregos. E, agora, a gente tem várias oportunidades. Isso é muito bom e as pessoas estão felizes”, afirmou.

Rotas

As Rotas de Integração Nacional são redes de arranjos produtivos locais associadas a cadeias produtivas estratégicas capazes de promover a inclusão produtiva e o desenvolvimento sustentável das regiões brasileiras priorizadas pela Política Nacional de Desenvolvimento Regional – PNDR. Buscam promover a coordenação de ações públicas e privadas em polos selecionados, mediante o compartilhamento de informações e o aproveitamento de sinergias coletivas a fim de propiciar a inovação, a diferenciação, a competitividade e a sustentabilidade dos empreendimentos associados, contribuindo, assim, para a inclusão produtiva, inovação e o desenvolvimento regional.

Atualmente, há 11 Rotas reconhecidas: do Açaí, da Biodiversidade, do Cacau, do Cordeiro, da Economia Circular, da Fruticultura, do Leite, do Mel, da Moda, do Pescado e da Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC).

FONTE: PORTAL CORREIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dezessete − 3 =