Deputado reforça solicitação de abertura de hospitais das Forças Armadas para civis

FOTO DESTAQUE: DIVULGAÇÃO

Com o crescimento exponencial no número de pessoas infectadas pelo coronavírus no Brasil, a possibilidade de abertura dos hospitais das Forças Armadas para atendimento de civis durante a pandemia voltou a ser pauta na imprensa nacional.  

Isso porque o Tribunal de Contas da União (TCU) decidiu cobrar dos comandos do Exército, Marinha e Aeronáutica e dos Ministérios da Saúde e da Defesa um inventário de todos os leitos disponíveis nas unidades militares, considerando a possibilidade de espaço para receber pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS).  

A iniciativa, no entanto, já havia sido ventilada dentro da Câmara pelo deputado federal Rafael Motta (PSB), ainda em 2020. O parlamentar potiguar protocolou, junto ao Ministério da Defesa, um ofício solicitando autorização para flexibilização de atendimento dentro dessas unidades enquanto durar a crise sanitária.  

“Mais do que nunca essa proposta deve ser levada adiante. Sabemos que não existem leitos clínicos e críticos suficientes no SUS para atendimento dos infectados. E os números batem recorde a cada dia. Viabilizar todas as estruturas de saúde do nosso país para atendimento da população é uma obrigação”, pontuou o deputado.  

Os hospitais da Marinha, do Exército e da Aeronáutica são de uso exclusivo para militares, cônjuges e dependentes.  

TCU  

O Tribunal de Contas da União (TCU) determinou que os Ministérios e as três Forças Armadas informem a disponibilização diária de leitos de enfermaria e UTI, em cada unidade de saúde militar, destinados a pacientes com covid-19. Eles também precisam informar a taxa de ocupação de cada unidade. Os dados devem ser fornecidos ao Ministério da Saúde, às secretarias estaduais e população em geral. Com as informações, o TCU estuda considerar uma reserva mínima de leitos nessas unidades para pacientes do SUS durante o enfretamento da coronavírus no país. 

FONTE: AGORA RN  
 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

1 + 19 =