Airene parabeniza prorrogação do ISS, mas cobra mesma medida pra IPTU

Tabelião também sugere entrega de merenda escolar pra famílias em vulnerabilidade social

Após sugerir ações de apoio público aos parnamirinenses que estão sofrendo economicamente por causa da pandemia do #Coronavírus, na semana passada, com a campanha #AdiaImpostosParnamirim, o tabelião Airene Paiva volta-se à opinião pública e mídia, nesta semana, para parabenizar a Prefeitura da cidade pelo Decreto 6.207, de 27 de março, que adia o Imposto Sobre Serviços (ISS) e a taxa de licenciamento de localização, mas também para cobrar outras medidas como a prorrogação do IPTU, que não foi contemplada na medida, assim como a distribuição da merenda escolar pra famílias de baixa renda, enquanto as aulas da rede pública estão suspensas.


“A Prefeitura de Parnamirim prorrogou o ISS dos autônomos e a taxa de licenciamento! Uma boa atitude! Já é alguma coisa”, escreveu em uma de seus perfis públicos. Em entrevistas, Paiva frisa também que outras medidas que reivindicavam não receberam ação do poder executivo municipal. “Esse Decreto foi um alívio para o comércio que vem perdendo receita com queda nas vendas, mas infelizmente ficou de fora o adiamento do IPTU do cidadão que está desempregado e também das incorporadoras que estão com a corda no pescoço neste momento de crise, tendo que pagar o IPTU de imóveis não comercializados”, disse.


O Tabelião ressalta que uma medida governamental poderia ajudar a construção civil neste momento em que as pessoas não compram quase nada, principalmente imóveis. “Por isso, o poder público de Parnamirim deveria agir também neste setor, preservando os empregos dos parnamirinenses. “Essas medidas não significam renúncia de arrecadação, mas uma oportunidade para, nesta crise, o cidadão que tem seu próprio negócio possa reprogramar débitos. Esse é um dos caminhos que a Prefeitura de Parnamirim deveria seguir. É hora de cada um somar com proposições que ajudem Parnamirim”, sugere.
MAIS


Airene Paiva cobra ainda medidas urgentes para população com alto grau de vulnerabilidade social. “Com aulas suspensas na rede pública municipal, a Prefeitura de Parnamirim poderia destinar uma cesta básica para cada aluno. Seria a continuidade da merenda escolar. E entregar diretamente no endereço da família do aluno”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

4 × 4 =