Prefeitura define força-tarefa para reabilitar áreas atingidas e assistir população

Foto: Joana Lima/ Redação: Secom

Para evitar o agravamento de áreas atingidas pela calamidade climática ocorrida em Natal nos últimos dias, o prefeito Álvaro Dias montou uma força-tarefa envolvendo todas as secretarias municipais e Defesa Civil, com vistas à reabilitação imediata desses locais, assistência à população desalojada e recuperação dos equipamentos. As ações foram elencadas durante uma reunião nesta segunda-feira (4) , após cumprir uma agenda de vistorias que teve o acompanhamento do prefeito e da equipe de Infraestrutura.  
 
O prefeito fez uma avaliação positiva do trabalho da equipe, pela ação conjunta para minimizar os impactos estruturais das últimas 24 horas. “Todos os técnicos do Município foram para as ruas e tomaram as providências de forma rápida, organizando abrigos, alimentos, colchões, atuando nas áreas de risco e providenciando equipamentos. Fizemos o que precisava ser feito e agora vamos atuar para evitar mais danos para a população”, disse o gestor. Na ocasião, também foram definidas estratégias de ação humanitária para centralizar a arrecadação por meio de um Comitê de Crise, formado por profissionais da Defesa Civil, servidores e o ex-secretário Paulo César Medeiros.
 
Durante a reunião, foram identificadas as áreas que serão reabilitadas com o  benefício do decreto de Estado de Calamidade Pública, publicado nesta segunda-feira (04). Uma das vias consideradas mais graves é a rua Mirassol, em Felipe Camarão. A galeria rompeu e toda a estrutura da rua e alicerces das casas ficaram comprometidos. Ao todo 25 residências foram interditadas pela Defesa Civil do Município.  “A reconstrução será iniciada pelo canal da BR 226 até a rua Mirassol, depois seguiremos para a Maria Célia e por fim recuperar as calçadas”, disse o secretário Carlson Gomes. Outras áreas críticas listadas foram nas ruas Xavantes, em Satélite, a Av Lima e Silva ao lado da lagoa São Conrado; Rua Juvino Barreto; av Rafael Fernandes no cruzamento da Av. do Contorno; av . Rua Mário Negócio nas Quintas; Av. Felizardo Moura, Av das Alagoas com Ayrton Senna, rua Coronel José Bernardo, dentre outras. Também foram definidas ações para melhorar o escoamento das águas e diminuir os pontos de alagamento na cidade.


ESCOLAS
As aulas na rede pública de Natal devem ser retomadas nas unidades na próxima quarta-feira (6). Para isso, as secretarias de Governo, Educação, Assistência Social e a Defesa Civil realizaram um mutirão para reparar problemas de goteira, buracos na parede e curto-circuito. “Trabalhamos em várias frentes para agilizar o retorno às aulas”, disse a secretária Cristina Diniz. Apenas as três escolas disponibilizadas para abrigo, Zona Norte (Nossa Senhora da Apresentação), Leste (Henrique Castriciano) e Oeste (Professora Maria Cristina Osório Tavares), não retornarão nesta quarta-feira. 


NATAL DIGITAL 
O balanço realizado pela Defesa Civil do Município contou com a ajuda de um novo recurso digital. Os dados coletados estão reunidos numa plataforma desenvolvida pelo órgão, que permite registrar em  tempo real todas as ocorrências, geolocalização do desastre, descrição e imagens dos locais. “Essa plataforma pode ser acompanhada e alimentada por todas as secretarias. Todas as ocorrências que recebemos via Ciosp e Defesa Civil foram colocadas lá. É uma forma de gestão de crise rápida para que a Prefeitura possa  tomar melhores decisões”, disse a diretora da Defesa Civil e Operações Preventivas de Natal, Fernanda Jucá. O prefeito Álvaro Dias lembrou que a Prefeitura tem experiências exitosas nessa área digital. “A Prefeitura tem se destacado nacionalmente com programas dessa natureza”, comentou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

15 + 9 =