Natal: escolas do Ensino Fundamental são demarcadas para retorno presencial das aulas

FOTO DESTAQUE: ADROVANDO CLARO/SME

As 72 escolas do Ensino Fundamental estão sendo demarcadas de acordo com o protocolo de retorno das aulas presenciais. A demarcação é executada pelo Departamento de Engenharia e Arquitetura (DEA) da Secretaria Municipal de Educação. A ação foi realizada durante toda esta semana nas unidades que oferecem os Anos Iniciais, com data prevista para retomar as atividades na próxima quarta-feira (04 de agosto). Todos os 74 Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) da rede já estão demarcados de acordo com os protocolos. 

A demarcação consiste na colagem no chão de fitas amarelas e resistentes para delimitação de onde deverão sentar os alunos durante as aulas, respeitando o limite de 30% de capacidade. Engenheiro Civil do DEA é responsável por um dos grupos de demarcação nas escolas, Renato Serejo explica que o cálculo da atual capacidade de alunos por sala é feito com base no número de alunos matriculados por turma em cada sala de aula, informação que é confirmada pelos gestores das escolas no momento da visita técnica. “Após duas semanas do retorno das aulas, essa capacidade de alunos por sala deve aumentar para 50%, sempre respeitando o distanciamento mínimo de 1,5 metros”, detalha o engenheiro. 

Localizada no bairro do Pitimbu, a Escola Municipal Professora Tereza Satsuqui Aoqui de Carvalho é uma das escolas que recebe a demarcação. Com 294 alunos matriculados em 10 turmas do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental, a unidade comportava 30 alunos na maioria das salas e, com o novo protocolo de distanciamento social, passará a comportar nove alunos. Segundo a gestora administrativa Maria Freire de Aquino Oliveira, a unidade está preparada para o retorno das aulas, só aguardando essas últimas demarcações. “A expectativa para o retorno é grande, com esperança de que tudo volte como era antes”, ressalta a gestora. 

Gestor Administrativo da Escola Municipal Professor Ascendino Henriques de Almeida Júnior, no Pitimbú, Edison Moura Braatz também esclareceu que a estrutura física da unidade de ensino está preparada para receber os alunos. “Já organizamos as demarcações de espaço e a sinalização dos caminhos de ida e volta para locomoção dos alunos, respeitando o que está em nosso protocolo de retorno”, destaca o gestor. A escola possui 13 salas de aula com capacidade para 27 alunos por sala e que irá receber oito estudantes a partir da próxima quarta-feira. São 680 alunos matriculados, atendendo crianças do 1º ao 5º ano. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dezenove + 7 =