Museu de Ciência Morfológicas reabre para visitas

Foto: Cícero Oliveira

A espera, enfim, acabou. Após dois anos fechado por conta da pandemia, o Museu de Ciências Morfológicas (MCM/UFRN) reabriu suas portas ao público nesta segunda-feira, 16. Para marcar a retomada das atividades, não poderia haver ocasião mais adequada, pois o MCM participa da 20ª Semana Nacional dos Museus, cujo tema é O poder dos museus na divulgação da ciência

Ao longo de toda semana, os visitantes vão contar com três categorias de eventos. A primeira é a exposição permanente do acervo biológico nas áreas de anatomia humana, fauna marinha e anatomia animal comparada, atrações clássicas do MCM. Além disso, nesta terça-feira, 17, das 9h30 às 10h30, acontece uma sessão de contação de histórias com temas relacionados à conservação da fauna e do ambiente marinho. Por fim, todas as tardes, das 13h às 17h, promove-se educação científica a partir de atividades lúdicas.

Assim, com o retorno do público, o MCM retoma de forma integral sua atuação na extensão universitária, atendendo a estudantes das redes pública e privada de ensino, sendo todas as visitas guiadas por alunos de graduação dos cursos das áreas de Saúde e Biológicas. Institutos federais, cursos técnicos de saúde e meio ambiente, faculdades e universidades do Rio Grande do Norte e região também estão entre os beneficiados pela volta das atividades.

Outro ponto a se ressaltar é a sua relevância para a pesquisa. Lá são desenvolvidos diversos estudos por meio de coleções biológicas e das pós-graduações do Centro de Biociências (CB/UFRN), a partir dos quais se construíram parcerias e cooperação com instituições nacionais e internacionais. Tais ações já mostram alguns dos poderes do MCM, conforme sugere o tema da Semana Nacional dos Museus.

De acordo com a diretora do MCM, Simone Almeida, os museus têm conseguido demonstrar capacidade de reinvenção ao longo dos tempos históricos, mesmo em momentos de crise, auxiliando as sociedades a se reconhecerem e transformarem suas realidades. “O poder dos museus está presente em suas ações de pesquisa, preservação, conservação, educação, comunicação, ação cultural, gestão, inovação tecnológica, cumprimento de suas funções sociais e criação de repertórios para o futuro”, afirma a professora.

Semana Nacional dos Museus

Construída de forma articulada pelo setor museal brasileiro, a semana tem o propósito de mobilizar museus de todo o país em torno de um mesmo tema. Com isso, espera-se mostrar a importância dessas instituições para a sociedade e proporcionar a divulgação da ciência ao grande público. Para conferir a programação completa do Museu de Ciências Morfológicas da UFRN no evento, bem como outras ações e horário de funcionamento, acesse o perfil do MCM no Instagram.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

2 × quatro =